Premiações e Resultados:

 

Entre as concorrências de projetos corporativos e governamentais, temos os seguintes resultados:

1. Concurso nacional de arquitetura para o projeto do Centro Judiciário de Curitiba, PR.

2º Colocado – de 65 escritórios de arquitetura inscritos.

Complexo de Área Administrativa, Varas, auditórios, Plenários, restaurantes, depósitos, carceragem e estacionamento, totalizando 150.000 m² de projeto em terreno de 70.215 m² de terreno.

Equipe: Felipe Annunziato, Guilherme Motta, Gustavo Jacob, Pedro França, Rafael Assiz e Victor Paixão.

 

2. Concurso nacional de arquitetura para o projeto do Centro Integrado da Carris, RS.

Menção Honrosa – 4º colocado de 85 escritórios de arquitetura inscritos.

Edifício administrativo da Empresa Municipal Porto Alegrense de transportes públicos desde 1870. A

proposta arquitetônica previa a revitalização do edifício administrativo existente e o projeto de um novo

edifício de uso nobre, que atendesse todas as premissas de Edifícios Corporativos Triple A (de alta

tecnologia e a prova de futuro).

Equipe: Felipe Annunziato, Gustavo Jacob, Pedro França, Rafael Assiz e Victor Paixão.

 

3. Concurso nacional de arquitetura para o projeto do Complexo de Teatros de Natal, RN.

Menção Honrosa – 4º colocado de 275 escritórios de arquitetura inscritos.

Complexo de quatro Teatros com capacidade para 2.000, 1.000, 500 e 250 assentos, além de praça pública,

administração, auditório ao ar livre e restaurantes.

Equipe: Felipe Annunziato, Gustavo Jacob, Rafael Assiz, Daniel Candia e Christian Ribeiro.

 

4. Concurso nacional de arquitetura para o projeto do Complexo de Teatros de Londrina, PR.

Projeto entre os sete finalistas dos 220 escritórios de arquitetura inscritos.

Complexo de três Teatros com capacidade para 1.500, 500 e 250 assentos, além de praça pública, administração e auditório ao ar livre.

Equipe: Felipe Annunziato, Guilherme Motta, Miguel Muralha, Gustavo Jacob, Pedro França, Rafael Assiz e Victor Paixão.

 

 

5. Concurso nacional para o projeto da Sede Administrativa da Petrobrás, Vitória, ES.

Projeto entre os sete finalistas de 134 escritórios de arquitetura inscritos.

Complexo Administrativo que atendesse as premissas Edifícios Corporativos Triple A, e com tecnologia

que contribua na preservação do meio ambiente, e na sustentabilidade do próprio edifício. O projeto ainda

permite a expansão de 30.000 m² para 60.000 m² de área construída.

Equipe: Felipe Annunziato, Gustavo Jacob, Guilherme Motta, Rafael Assiz, Daniel Candia e Christian Ribeiro.

 

Revista Projeto 342

Projeto 342_capa        Projeto 342_pagina